Não conseguem aprender por falta de instrumentos cognitivos que lhes possibilitem compreender o que a escola lhes propõe.|

Um número muito grande de crianças apresenta dificuldades para aprender nas escolas que freqüentam. Encaminhadas para avaliação médica, neurológica, psicológica, não são encontrados problemas que justifiquem suas dificuldades.
A situação tem provocado a investigação e a pesquisa em muitas áreas do conhecimento científico. Médicos, neurologistas, psicólogos, lingüis

Hoje, a inclusão dos jovens e adultos nos projetos de alfabetização tem nascido basicamente da exigência do mercado de trabalho, onde o ensino fundamental não significa somente acesso ao mesmo, mas principalmente permanência, para isto é indispensável que os diversos setores da sociedade busquem inserir e possibilitar a permanência na escola, para que os cidadãos possam participar ativamente da sociedade, da vida cidadã, cultural e política do seu país. Relato de Experiência|

INTRODUÇÃO

O sintoma, uma linguagem a decifrar?|

INTRODUÇÃO: 

Me remeterei a uma história contada pelos pais de um púbere de 14 anos, que como acontece habitualmente, quando assistem a uma consulta não sabem que nessa história há uma verdade escondida, cindida daquilo que acreditam dizer. Na clínica com crianças ou com adolescentes, são os pais os que trazem suas dúvidas, suas frustrações, suas reprimendas, porém também trazem algo que não suspeitam: a articulação significante de seu

Pacientes da psicopedagogia são crianças e adolescentes que não conseguem aprender. Relato de Experiência|

Partindo do pressuposto de que a psicopedagogia pode auxiliar as crianças de qualquer nível socio-cultural me propus a transportar a experiência clínica para um centro educacional de crianças carentes. As dificuldades e limitações se impuseram rapidamente e o desafio transformou-se em para mim em aprendizado enriquecedor como profissional e como pessoa.
Quando comecei a atender

É comum, nos casos de fracasso escolar por exclusão étnica, a culpa recair justamente na vítima, sendo ela rotulada de complexada, incapaz, inadequada...|

As relações que se desenvolvem no ambiente escolar poderão ser de tolerância, de respeito às diferenças étnicas e culturais se, nas trocas e nas mediações que ocorrem nas situações de ensino-aprendizagem estes valores forem democraticamente elaborados com o conjunto dos atores envolvidos no processo de construção do conhecimento. Existe

Uma Proposta Psicopedagógica|

Filiação Científica: 
UNISUL - Universidade do Sul de Santa Catarina
Palavras-chave: corpo, expressão corporal e interdisciplinaridade.

1. INTRODUÇÃO

"O organismo se domestica, se acostuma, se medica. O corpo ensaia, se equivoca, se corrige, aprende"(SARA PAÍN).
Estudos mostram que a Educação é um dos melhores caminhos para que o Brasil chegue ao século XXI sendo considerado um país desenvolvido. Por isso, as

Para uma criança pequena, brincar é um meio de converter poderes adormecidos em várias habilidades e perícias.|

A criança vai se tornando "graciosa" à medida que seu crescimento fisiológico se desacelera e ela adquire prática em aplicar suas habilidades sensório-motoras. À medida que as atividades lúdicas da criança se diversificam, ela usa a linguagem não apenas para identificar objetos e atividades, como também para se empenhar em diversas transformações tipo "faz-de-cont

A reprovação e a exclusão escolar eram realidades e, num esforço de minorias, as possibilidades de reversão desse quadro, pouco satisfatórias. Relato de uma experiência|

Professora de Língua Portuguesa há 17 anos, com trabalho dedicado exclusivamente à rede estadual de ensino, em 1988/89, sentia-me frustrada diante de tantas tentativas em busca de uma qualidade de ensino que conduzisse o aluno a uma aprendizagem significativa que o preparasse para o exercício da cidadania. 
A

Este artigo discute alguns aspectos que devem ser levados em conta pelos interessados na elaboração de um projeto de uma sala de aulas virtual, ou seja, um contexto de Ensino a Distância na Internet. Esboço de uma Sala de Aulas Virtual|

"O modelo de educação que caracterizará a sociedade da informação e do conhecimento provavelmente não será calcado no ensino, presencial ou remoto: será calcado na aprendizagem. [...] Quem quiser participar desse processo terá que disponibilizar [...]

Considero que a realidade social e institucional deve ser olhada sob um ângulo crítico, não ingênuo, sem olvidar-nos que o quotidiano é denso e deve ser observado em detalhe, pois em suas dobras estão os sentidos que nem sempre podem, ou se quer que sejam ditos.|O presente trabalho, surgiu a partir de algumas reflexões sobre o lugar complicado que tem os profissionais da Psicopedagogia nas instituições educativas, no contexto das transformações que estão sendo implementadas na maioria dos paí

Estabelece-se nova relação dual, entre aluno e professor(a) em que o terceiro a entrar na relação é a aprendizagem.|

Para podermos refletir sobre um tema tão palpitante como DESEJO, caberia levantar algumas considerações importantes. Em primeiro lugar compreender a aprendizagem como a articulação entre as dimensões racional e desiderativa decorrente da interrelação do sujeito com o meio. Essa ação se exerceria na família, na escola e na sociedade.
Definiríamos, assim, em contrapartida