Deficiência mental e preconceito ou "...é que narciso acha feio o que não é espelho... " (Caetano Veloso)

Apesar do conhecimento que já se tem a respeito da DM e das crianças suspeitas de portarem tal limitação, muitas pessoas ainda a consideram uma doença |

Constantemente recebemos em nossos consultórios ou clínicas institucionais, crianças com queixa ou suspeita de deficiência mental, que ao final do diagnóstico, não mais surpreendentemente, constatamos grandes dificuldades emocionais e as vezes de relacionamento entre professor e alun

Leia mais...

A Subjetividade da Categoria Juventude

"Definir o que é juventude, de forma simplificada, significa dizer que se trata de um período da vida humana compreendido entre o fim da infância e o início da vida madura. A juventude tem limites mínimos e máximos, e esses limites variam em cada momento histórico. É, portanto, uma noção construída socialmente, que não pode ser definida a partir de critérios exclusivamente biológicos, psicológicos, jurídicos ou sociológicos".|

Este artigo só pode ser lido através de "DOWNLOAD" em format

Leia mais...

Kalah - Análise do Jogo e suas Possibilidades na Intervenção Psicopedagógica

O kalah é um jogo que permite a introdução e/ou a construção de novas regras à medida que evolui. Inicialmente parte-se de algumas regras explicadas previamente, tais como: · o objetivo do jogador é colocar um maior número de sementes em seu kalah|

O Kalah é um jogo de estratégia pouco conhecido no ocidente e bastante difundido no continente africano e parte do asiático. Da mesma forma que o Mancala, o Awélé e outros semelhantes, em sua forma original, é jogado com sementes, pedregulhos ou co

Leia mais...

O Caminho do Conhecimento

"This way? That way? Right? Down? Back?" "Quando não se sabe para onde se quer ir qualquer caminho serve".|

Este trabalho é um estudo do movimento do processo ensino-aprendizagem através da história da humanidade.Foi baseado em leituras de autores diversos e na observação da postura de professores e escolas do Brasil no início do terceiro milênio. Apresenta opinião sobre possíveis caminhos a serem tomados pela educação para o desenvolvimento do ser humano dentro de uma v

Leia mais...

Estratégias pedagógicas facilitadoras de aprendizagem através de enfoques psicopedagógicos - Monografia

Realizei um estudo sobre as mais relevantes concepções pedagógicas, na minha visão como educadora, na tentativa de obter maiores resultados no processo ensino-aprendizagem, segundo as teorias de Piaget, Vygotsky, Emília Ferreiro, Madalena Freire e Telma Weiss|

Este artigo só pode ser lido através de "DOWNLOAD" em formato Microsoft Word.

Para fazer o download clique no ícone => .|NULL...

Leia mais...

Alfabetizando Chico Bento

NULL|

Durante alguns anos, tive a oportunidade de oportunidade de alfabetizar alunos de colégios particulares da cidade de São Paulo - Capital.
Trabalhei com crianças de famílias providas de nível sócio-econômico-cultural definidos e portadores de excelentes oportunidades e vivências compensadoras.
Ao chegar em cidade interiorânea, passei a exercer um trabalho onde realizo intervenção psicopedagógica em crianças possuidoras de um "rótulo" classificadas como problemáticas.
Tinha

Leia mais...

Brincar na escola

"O lúdico é o parceiro do professor"|

Brincar hoje nas escolas, está ausente de uma proposta pedagógica que  incorpore o lúdico como eixo do trabalho infantil.  Minha aproximação com a realidade do Brincar nas escolas, levou-me a  perceber a inexistência de espaço para o desenvolvimento cultural dos  alunos. Esse resultado, apesar de apontar na direção das ações do professor,  não deve atribuir-lhe culpabilidade. Ao contrário, trata-se de evidenciar o  t

Leia mais...

Os conceitos psicanalíticos utilizados na psicoterapia familiar - um referencial para a intervenção na sala de aula

Para uma intervenção pedagógica sensata e eficiente, não apenas o paciente (aluno) identificado (simbolicamente representado aqui pelo remendo novo) deve de fato ser novo.|

"O autoconhecimento ou o processo de personalização une 
aquilo que estava disperso e que era múltiplo, alarga a consciência, integrando nela os paradoxos e secando assim a fonte de conflitos. Mas essa autocriação é simultaneamente bênção e maldição. Pois resulta logo num inevitável isolamento do indivíduo que se

Leia mais...

Mundialização, as religiões e os jovens

Nesse estudo, serão colocadas em diálogo as Ciências da Religião e a Teologia com as Ciências Sociais.|

1- INTRODUÇÃO

Pretendo aqui estudar as inter-relações entre a mundialização da cultura e as religiões, suas parcerias, conflitos e próximas etapas. Nesse contexto, analisarei de que forma esse processo impõe padrões, delimita espaços e oferece alternativas para a expressão da religiosidade do jovem contemporâneo. No nosso caso específico, penso no público universitário, sobre o

Leia mais...

Trabalhando com o genograma das redes

Com base no genograma, estou propondo discutir a construção do REDOGRAMA - o genograma das redes constituídas pelos sistemas mais amplos que cercam o grupo familiar e que lhe dá apoio - , e sua aplicabilidade no atendimento institucional escolar.|

INTRODUÇÃO


Tenho como proposta apresentar um trabalho desenvolvido em uma instituição que atende crianças com dificuldade de aprendizagem e que, ao desenvolver um trabalho em rede, nos permitiu elaborar um mapa dessas redes, muito se

Leia mais...

A função simbólica das histórias infantis e as fantasias inconscientes

O presente artigo apresenta uma reflexão sobre a possibilidade de articular a simbologia dos personagens das histórias infantis com a formação simbólica do sujeito, buscando a elaboração dos conflitos emocionais e cognitivos no sentido de servir como instrumento para o tratamento das dificuldades de aprendizagem|

I-INTRODUÇÃO

A capacidade de simbolizar nasce com o ser humano e estrutura-se a partir de dois movimentos: conhecer o objet

Leia mais...

Bem-vindo(a) ao Ppol

Obrigado por visitar nosso Portal!

Aproveite sua visita e faça seu registro.

Busca

Login

Notícias

Portal Brasil