NULL|

- Olha aí, turma: hoje vou dar a minha melhor aula! Em nome da humanidade, apresento-lhes...
- Com licença, professor. Desculpe o atraso.
- Pode entrar. Já é seu terceiro atraso este mês, hein?... Não é pela coisa, em si. Mas, pensa comigo: se você atrasar tanto na sua firma, o que vai acontecer?
- É, a empresa é do meu pai. Ele não liga.
- Infelizmente. Recomeçando: hoje vamos ter uma aula especial. Adoro este assunto. Trata-se de um texto do filósofo antigo, Pl

NULL|

" Podemos facilmente perdoar 
uma criança que tem medo do escuro; 
a real tragédia é quando os homens têm
medo da luz".
Platão
Que relação temos com o medo?
Por que nós eternos professores, conseguimos lidar tão pouco com a diversidade, com aquele aluno que atrapalha, incomoda ou mesmo não responde como queríamos ao desafios diários?
Temos medo? 
Medo, segundo Aurélio , é o sentimento de viva inquietação ante a noção de perigo re

Para minha filha Paula, que muito brincou e que hoje oportuniza esse espaço para outras crianças|

É muito preocupante ouvir um desabafo como esse, dito por uma criança que está na praia, grudada na mãe, em meio a um choro doído e lamentoso. Diante de uma infinidade de espaço e de possibilidades criativas para brincar,  essa criança se sente amarrada e sem instrumentos para aproveitar o momento, o espaço disponível e companhia&

O jogo numa perspectiva psicopedagógica não dará muita atenção aos resultados e sim aos meios que a criança chega ao final do mesmo|

O ensino da Matemática, hoje, possui alguns paradigmas que devem ser refletidos.

Os Parâmetros Curriculares Nacionais (1997) dizem que,

... no jogo, mediante a articulação entre o conhecimento e o

O professor necessita ser um Construtor de Vínculos Positivos, o que já nos dá um olhar diferente para a nossa prática|

Uma atuação psicopedagógica não se constrói da noite para o dia . É um processo de reorganização e reelaboração do docente, um exercício constante e infinito.

O professor necessita ser um Construtor de Vínculos Positivos, o que já nos dá um olhar diferente para a nossa prática. A partir de vínculos construídos, podemos perceber, através das sinalizaçõ

Penso que há uma tendência atual de se menosprezar este papel, o que acaba por gerar um certo esvaziamento dos debates acerca do tema e a possibilidade da manutenção de um status quo que não facilita o crescimento humano e a autonomia das pessoas no que diz respeito à sexualidade.|

Talvez uma das inter-relações mais polêmicas da sexualidade seja aquela que acontece com a religião. É sobre ela que pretendo escrever alguns comentários, embora vá focalizar apenas o que diz respeito a esta interfa

A educação hospitalar da criança e do adolescente representa uma das novas especializações da educação.|A educação hospitalar da criança e do adolescente representa uma das novas especializações da educação. Essa disciplina vem dar apoio educacional psicopedagógico ao paciente interno para assegurar-lhe uma boa recuperação. Os esforços de humanização contribuem a promover junto ao jovem paciente um ambiente saudável e seguro. Nas enfermarias, mãe e filho ficam juntos e juntos participam das div

Cooperação, numa abordagem construtivista, envolve trocas de perspectivas.|

Cooperação, numa abordagem construtivista, envolve trocas de perspectivas, com descentração de pontos de vista e desenvolvimento da aprendizagem de todos os elementos envolvidos num processo interativo. Trata-se de um processo, que emprega estruturas de incentivo, com os estudantes trabalhando em pequenos grupos heterogêneos, com tarefas bem definidas, cuja essência é o ato de operar juntos, com rendimento do grupo co

"Para trabalhar com crianças é preciso aprender a jogar com elas antes de interpretar." E. Pavlov|

Se observarmos crianças jogando...brincando...conversando, teremos uma imagem nítida do pensar infantil. 
A criança pensa alto e assim nos dá dicas sobre como lidar com elas.
A troca infantil de conhecimentos é mais prazerosa e mais sensata. 
Fico muitas vezes impotente diante ao olhar de uma criança.
Quem já teve um amiguinho invisível ?
Quem já criou uma

A memória parece um tema que, pela sua familiaridade, está fora de qualquer discussão e estudo, pois já é bastante conhecido por todos.|

(Recensão Crítica ao livro de Alain Liery)

por:
Mário Henrique de Jesus Gomes

Índice


Introdução 3

1. Memórias icónicas 4
2. Informações em forma visual ou forma auditiva 4
3. O ruído e a memória 5
4. A imagem e a memória 6
5. Como regista a memória 
- memória a curto prazo

De objetivo, o aluno passa a ser um meio. De problema, ele se transforma numa oportunidade. Oportunidade de aprendizagem para o professor.|

Historicamente, a intervenção psicopedagógica vem ocorrendo na assistência às pessoas que apresentam dificuldades de aprendizagem, através do diagnóstico e da terapêutica. Diante do baixo desempenho acadêmico, alunos são encaminhados pelas escolas que freqüentam, com o objetivo de elucidar a causa de suas dificuldades. A questão fica, desde o princípio,